top of page

Os Corações de Portugal

Em homenagem às Cidades Portuguesas, criámos 3 peças exclusivas em Filigrana que incorporam os mais importantes símbolos destas Cidades. Conheça o significado de cada um destes símbolos:


BARCO RABELO

Esta embarcação portuguesa típica do Rio Douro servia de meio de transporte das pipas de Vinho do Porto, desde o Alto Douro até Vila Nova de Gaia, antes da existência de estradas e caminhos-de-ferro. O seu formato esguio e de fundo chato permitia enfrentar as rápidas e traiçoeiras correntes do Rio Douro, suportando até 100 barris e uma tripulação de até 12 homens. Hoje, os tradicionais barcos apenas cumprem passeios de lazer nas margens do Porto e Gaia.

ANDORINHA

Simboliza a mudança das estações, renovação, esperança, a metamorfose, a fertilidade e a ressurreição.

TORRE DOS CLÉRIGOS

A torre e a igreja constituem o conjunto arquitetónico Clérigos, classificado Monumento Nacional desde 1910. Este edificado do séc. XVIII figura a inspiração barroca na cidade do Porto. O projeto é da autoria do arquiteto italiano Nicolau Nasoni, estando hoje sepultado na igreja dos Clérigos. Do alto da torre, os visitantes têm oportunidade de vislumbrar uma perspetiva 360º da cidade, podendo também percorrer os espaços da Irmandade dos Clérigos de outrora, numa experiência museológica de regresso ao passado.

SARDINHA

A costa portuguesa, de águas frias e agitadas, reúne as condições favoráveis ao culto da pesca. A sardinha é um dos peixes mais apreciados pelos portugueses, nutricionalmente rico e de carácter sazonal. Os meses de verão e as celebrações aos santos populares na invicta cidade são motivo de atração turística, alegria e comemoração da vida e da amizade.


FLOR (AMOR-PERFEITO)

Simboliza o romantismo, o duradouro, a juventude. O Jardim de Santa Bárbara, localizado no coração da cidade de Braga, cuidadosamente embelezado com amores-perfeitos e outras flores, convida à descontração e eleva a proximidade das pessoas. A flor está habitualmente associada a rituais sagrados, que tão bem traduz a essência da cidade.

CHAPÉU DE ARCEBISPO

Braga é conhecida como «a cidade dos Arcebispos». A cruz ao centro simboliza a religiosidade da cidade.

ARCO DA PORTA NOVA

Foi uma das portas nas muralhas da cidade e remonta ao início do séc. XVI. Os bracarenses são conhecidos por «deixarem a porta aberta».

BRACARA AUGUSTA

Bracara Augusta é o nome romano daquela que hoje conhecemos como cidade de Braga. O posicionamento geográfico de Bracara Augusta elevou a sua importância no território ibérico durante o período de ocupação romana. Fundada no séc. I a.C., Braga é considerada uma das cidades mais antigas da Europa, sendo a sua história principalmente marcada pela influência romana que podemos testemunhar quer pelos vestígios arqueológicos, quer pela sólida ligação ao Cristianismo.

ANDORINHA

Simboliza a mudança das estações, renovação, esperança, a metamorfose, a fertilidade e a ressurreição.

SANTUÁRIO DO BOM JESUS DO MONTE

Ex-libris da cidade. O majestoso Santuário, o funicular de acesso, os escadórios e todo o parque envolvente, figuram a Via Sacra do Bom Jesus, sublimando o valor sagrado e de purificação deste edificado com séculos de história. Em julho de 2019, foi classificado como Património Cultural Mundial da Humanidade pela UNESCO.




PONTE 25 DE ABRIL

Inaugurada em 1966, esta obra de engenharia atravessa o estuário do Tejo, ligando Lisboa a Almada. Outrora denominada Ponte Salazar, dada a construção durante o seu domínio, com a Revolução dos Cravos de 1974 passou a designar-se como hoje a conhecemos. Esta ponte rodoferroviária é utilizada por milhares de pessoas diariamente.

ELÉTRICO 28

Numa primeira visita à cidade de Lisboa impera um emblemático passeio no velhinho Elétrico 28. Desde o Martim Moniz ao Cemitério dos Prazeres, em Campo de Ourique, este «amarelinho» percorre bairros históricos e colinas, avista igrejas e jardins. As suas janelas peculiares permitem desfrutar dos cheiros, dos sons e da luz que irradia a capital portuguesa.

CALÇADA PORTUGUESA

Esta técnica tão portuguesa de pavimentar passeios públicos ou privados recorre a pedras calcárias de formato irregular, em preto e em branco, que, quando combinadas, formam padrões decorativos. Não só em Lisboa, mas por todo o Portugal e além-fronteiras, como no Brasil ou Macau, podemos presenciar esta técnica secular.

GUITARRA PORTUGUESA

Simboliza a alma portuguesa, o fado, o destino, a saudade. Na cidade de Lisboa, especialmente nos bairros de Alfama, Mouraria, Madragoa ou Bairro Alto, os visitantes e os locais têm oportunidade de desfrutar da gastronomia portuguesa ao som deste estilo musical singular no mundo, nas típicas casas de fado alfacinhas.

SARDINHA

A costa portuguesa, de águas frias e agitadas, reúne as condições favoráveis ao culto da pesca. A sardinha é um dos peixes mais apreciados pelos portugueses, nutricionalmente rico e de carácter sazonal. Os meses de verão e as celebrações aos santos populares na capital lusitana são motivo de atração turística, alegria e comemoração da vida e da amizade.

15 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

O Esboço da Filigrana

O ponto de partida para criação de uma peça de filigrana é o desenho, geralmente feito numa folha de papel pelo próprio artesão ou seleccionado por ele de uma panóplia de desenhos-modelos pré existent

Comments


bottom of page